Onde começa o futuro da produtividade?

A Microsoft (doravante designada por m$ ou microshit) chega e diz: “The Future of Productivity Starts Here”, isto numa página onde compara a sua mais recente suite office com o Google Docs.

Comecemos pelo inicio: o título da página.

“Google Docs opens Word files with many file integrity problems. Compare viewing results of Word Web App vs. Google Docs.”

in sharepoint.microsoft.com

Isto no bom português de Camões: o Google Docs abre ficheiros Word com muitos problemas de integridade. Compare, vendo os resultados do Word Web App vs Google Docs.

E para o caso de o utilizador não ligar muito ao título da página a m$ torna a coisa ainda mais clara:

“People expect existing documents from their desktop to look exactly the same when they share them in the cloud. In this demo, you will see completely different results when viewing the same document using Word Web App and using Google Documents.”

in sharepoint.microsoft.com

Para que todos percebam a profundidade da declaração: As pessoas esperam que os documentos que têm no seu computador de secretária sejam exactamente iguais quando partilhados na nuvem. Nesta demonstração irá ver resultados completamente diferentes quando visualiza o mesmo documento com o Word Web App ou Google Documents.

Posso resumir a minha indignação, que na verdade é o elemento que me leva a escrever estas linhas, convidando o leitor a ler a página No Word Attachments, mas dedicarei ainda mais uns minutos à causa. Continue reading

SAF-T PT

SAF-T PT é o resultado da colaboração entre a ASSOFT e a Direcção Geral de Contribuições e Impostos (DGCI) na adaptação das recomendações SAF-T da Organização para a Colaboração e Desenvolvimento Económico (OCDE) para Portugal.

O SAF-T impõe um conjunto de regras ao formato que os ficheiros de dados contabilísticos devem respeitar por forma a que estes possam ser facilmente usado para verificação do cumprimento pelas autoridades competentes.
Assim, pela Portaria n.º 321-A/2007 ficou estabelecido que a partir de 1 de Janeiro de 2008 todos os sistemas de facturação deverão implementar esta medida. Continue reading